Selecionamos 5 perguntas sobre a criolipólise! Veja se conseguimos responder a sua pergunta! Se não, teremos o maior prazer em te ajudar nesse assunto! 🙂

Perguntas sobre a criolipólise:

  • Quanto menor for a temperatura, melhor será a perda de gordura?
  • Dói?
  • Posso voltar ao trabalho depois da aplicação?
  • Posso tomar sol?
  • Pode fazer em pele flácida?

As células de gordura são mais sensíveis ao frio que outras estruturas ao redor. Através do resfriamento da região, formam-se cristais na gordura contida na célula e, consequentemente, a célula entra em apoptose e será eliminada do local (quer saber mais sobre a ação da criolipólise na gordura? Clique aqui). É importante lembrar que esse resfriamento acontece através da extração de calor da região pelos aplicadores. A temperatura que está no aplicador, não é a mesma que está na gordura. Sabemos que a gordura cristaliza dentro do adipócito entre 8º e 10º. Então, para a técnica ser efetiva, não é necessário resfriamento absurdo. Níveis muito significantes de resfriamento no aplicador, entre -10°C e -15°C aumentam fortemente o risco de queimaduras.

No primeiro momento, você sentirá um incômodo por causa da sucção sobre a área a ser tratada. Há a formação de uma prega cutânea que ficará pressionada entre duas placas de resfriamento. Após 10 minutos de aplicação, esse desconforto diminui, pois acontece a dessensibilização da região por causa da diminuição da vascularização local, é como se a região ficasse anestesiada.

Após a aplicação inicia-se um processo inflamatório na região tratada, ou seja, ela pode ficar vermelha, roxa, inchada e um pouco dolorida, mas isto não impede à volta das atividades diárias. Então, após a aplicação não é necessário fazer repouso, você consegue voltar ao trabalho normalmente. Esses sintomas desaparecem geralmente após 1 semana. Fique atenta somente à exposição ao sol da região tratada, pois se ficar algum roxinho é necessário que a coloração volte ao normal antes de tomar sol.

Antes do tratamento é fundamental avaliar o grau da flacidez de pele! Porém, no nosso protocolo, que é a criolipólise associada, damos estímulo para melhorar a firmeza e elasticidade da pele. Dessa forma, a pele recebe o estímulo imediato de contração do colágeno, evitando assim, o aumento da flacidez.

A criolipólise é segura?

A manta anticongelante é fundamental para prevenir intercorrências e garantir a segurança do paciente durante a aplicação. Ela tem a função de proteger a pele da paciente durante o tratamento de criolipólise e possui propriedades que garantem que o material irá resistir às baixas temperaturas utilizadas durante o procedimento.

Além disso, a associação da criolipólise com outras técnicas, deve-se respeitar os seus próprios efeitos fisiológicos na gordura, para que as ações combinadas possam potencializar os resultados e não causar danos aos tecidos! A técnica aplicada de forma correta é segura! 

Quer saber outros tratamentos para acabar com a gordura localizada? Clique aqui!

 

Veja também: